Blog
  • "CAFÉ COMESTÍVEL" ABRE AS PORTAS PARA UM NOVO E POTENCIAL MERCADO: O DE CONFEITARIA

    O Brasil está entre os principais produtores mundiais de café e o mercado vem cada vez mais aquecido. Não bastasse a ABIC - Associação Brasileira da Indústria de Café - divulgar resultados de pesquisa apontando o País como o maior consumidor per capita no mundo em 2012, com um recorde de 4,98 quilos por habitante - superando Itália, França e até Estados Unidos. Com estes dados em mente, uma indústria brasileira lança nova categoria para o setor, CAFENE, o café para comer. A fabricante SPA, situada em Vila Velha, no Espírito Santo, marca esse capítulo na história mundial do café e ainda abre as portas para um novo e potencial segmento de atuação, o de confeitaria. De acordo com Renato Abaurre, diretor da SPA - que há 20 anos é referência em chocolates diet com a marca Diatt-, o café para comer se estabelece numa posição nunca explorada no setor, como confeito. "Esse mercado, de confeitaria, é enorme. E será um grande agente estimulador da produção cafeeira", acrescenta Abaurre. "A categoria CAFENE é lançada para o mercado com nossos produtos Coffee Beans e Coffee Coins, os primeiros cafés para comer. São feitos de massa de café integral obtida a partir do processamento do café premium 100% Arábica, explica o diretor da SPA. Os produts estão disponíveis nos sabores espresso, café com leite e capuccino. A produção de café para comer da SPA iniciou com 20 toneladas ao mês, de uma capacidade instalada de 150 toneladas mensais, com possibilidade de triplicar esse volume. Em 2012 a empresa já registrou crescimento de 15% no faturamento global, que envolve as marcas de chocolate, e a expectativa para 2013 é de incremento na ordem de 60%. Nossas estimativas estão respaldadas principalmente no lançamento do café para comer, que ainda reserva novidades para este ano, justifica Abaurre. Fonte: ABIC